Você conhece a nova tendência de apartamentos tecnológicos?

A inovação está cada vez mais presente em nossa rotina. Trazendo mais facilidades para o nosso dia a dia, sustentabilidade para o meio ambiente, qualidade de vida, entre muitos outros benefícios. Os recursos de automação residencial, presentes nos apartamentos tecnológicos, são exemplos claros disso.

Esse tipo de imóvel já faz parte do projeto de muitos dos novos empreendimentos imobiliários. Eles visam atender as exigências e necessidades das novas gerações de compradores, que chegam ao mercado com uma forte preocupação: a otimização do próprio tempo e com a preservação ambiental.

Diante dessa tendência imobiliária, criamos este artigo para ajudar você a entender melhor o que são os apartamentos tecnológicos. Apresentaremos quais recursos oferecem e quais são os benefícios de investir neles. Então, continue a leitura e fique por dentro dessas novidades!

O que são e como funcionam os apartamentos tecnológicos?

Os apartamentos tecnológicos são imóveis — residenciais ou comerciais — dotados de dispositivos eletrônicos inovadores capazes de automatizar atividades do dia a dia, simplificando a vida dos moradores e usuários.

Um exemplo são as persianas e cortinas automáticas, que podem ser programadas para abrir em um determinado horário de manhã. Essa prática facilita o despertar das pessoas que dormem naquele quarto. Podemos citar ainda as lâmpadas que se apagam quando não tem mais ninguém no local e, desse modo, economizam energia.

Cabe ressaltar que o conceito de apartamento tecnológico está bastante ligado ao de imóveis sustentáveis. Muitas das automatizações geram a redução no consumo de recursos como energia elétrica e água.

O que pode ser automatizado nos apartamentos tecnológicos?

Já existem dispositivos capazes de automatizar praticamente tudo dentro de um apartamento, até mesmo a temperatura do chão. Além disso, quase todos eles permitem a conexão com outros dispositivos que obedecem a comandos de voz. Exemplo disso são os smartphones, smart TVs e assistentes pessoais como a Alexa da Amazon, fazendo com que seja possível, por exemplo, “pedir” à sua TV que acenda ou apague a luz sem que você precise levantar do sofá. Demais, não?

Veja nos tópicos a seguir alguns exemplos de automatizações possíveis nos apartamentos tecnológicos.

Controle de luz

Um apartamento tecnológico utiliza as lâmpadas inteligentes que dispensam, por exemplo, o uso de timers analógicos para programar os horários de acender e apagar. Além disso, como já citamos, elas podem ser conectadas via Wi-Fi ou Bluetooth a outros dispositivos Smart, como celulares e TV para que sejam controladas por meio deles.

Trancas digitais

Elas dispensam o uso de chaves analógicas, embora aceitem a utilização combinada, e oferecem recursos como o travamento automático por meio de sensor de presença, ou seja, se você sair de casa e esquecer de trancar a porta, ela se trava sozinha.

Além disso, podem ser conectadas ao sistema de alarme que, no caso de tentativa de arrombamento, será acionado. Alguns modelos, também podem ser conectados a dispositivos smart que permitem a trancamento e destrancamento à distância.

Sistemas de áudio e vídeo

Os sistemas de áudio e vídeo também entraram nessa onda e ganharam algumas novas funcionalidades, como a de pontos de comando dos demais dispositivos que já foi citada.

Mas não para por aí, com as empresas que oferecem conteúdos on demand, tornou-se possível personalizar o uso desses dispositivos, permitindo que cada morador da casa acesse o sistema de áudio e vídeo a partir da sua conta pessoal e tenha acesso à sua própria seleção de conteúdos.

Eletrodomésticos inteligentes

Aspirador de pó robô, que fica passeando sozinho pela casa e sugando a sujeira do chão, geladeiras inteligentes, capazes de inventariar seu conteúdo e fazer pedidos online do que está faltando dentro dela são só alguns exemplos de eletrodomésticos automatizados.

Além deles, já existem fornos de micro-ondas ou elétricos, que podem ser comandados a distância, permitindo, por exemplo, que você coloque a sua comida para esquentar quando estiver a caminho de casa. E ainda há muito mais por vir.

Persianas e cortinas programáveis

As cortinas e persianas automáticas não são mais apenas dispositivos que podem ser comandados por controle remoto. Hoje, elas se tornaram programáveis e podem ser abertas ou fechadas em horários específicos de forma automática.

Esses recursos são muito úteis para quem tem dificuldades de dormir com a luz que vem de fora e acorda com mais facilidade se a luz do sol estiver invadindo ao ambiente.

Pisos climatizados

Nada pior do que sair do banho ou da cama quentinha e colocar os pés no chão frio, não é mesmo? Os pisos climatizados acabam com esse problema e oferecem mais conforto térmico para você nesses momentos.

Outra grande utilidade é para as crianças que ainda brincam no chão, engatinham ou estão aprendendo a andar. O piso aquecido permite que brinquem à vontade e mais confortavelmente, reduzindo até mesmo o risco de adoecerem em contato com o “chão frio”.

Climatização de ambientes

A automatização na climatização de ambientes é outro recurso que ajuda muito na qualidade de vida e na economia de energia, já que os aparelhos de ar condicionado são grandes vilões na conta de luz.

Os apartamentos tecnológicos contam com sensores que permitem que o sistema de climatização ajuste automaticamente a temperatura e, até mesmo, ligue e desligue sozinho.

Quais são os benefícios de investir em apartamentos tecnológicos?

Não dá para ignorar a quantidade de benefícios trazidos pelos apartamentos tecnológicos aos seus moradores e ao planeta, não é verdade? Eles afetam desde o bolso, com a economia de energia elétrica, até a qualidade de vida de seus usuários com as facilidades e economia de tempo que trazem ao dia a dia

Por isso, ao avaliar um imóvel para compra, é preciso observar se o empreendimento conta com esses recursos de automatização. Isso inclui verificar se os bens que ele oferece se enquadram na categoria de apartamentos tecnológicos, que devem ter inclusive, soluções como energia solar e sistemas de reaproveitamento de água. Assim, os recursos de automatização serão ainda mais eficientes, não só para os moradores, mas também para o planeta.

Gostou de conhecer os apartamentos tecnológicos? Então, assine a nossa newsletter e receba muito mais conteúdos como este.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e receba as informações exclusivas desse lançamento no Parque UNA

Arquiteta e Urbanista e Especialista em Arquitetura de Interiores. Atualmente realiza seus trabalhos em Pelotas e em Porto Alegre. Desenvolve seus trabalhos com conhecimento técnico, responsabilidade e dedicação. Mas acredita que a arquitetura vai além do espaço, e que está diretamente ligada às sensações, comportamentos e sentimentos. Onde cabe ao profissional personalizar a essência do usuário e qualificar o espaço. Considera um privilégio fazer parte de cada história e ver cada traço do projeto saindo do papel exatamente da forma que foi planejada por ela!
Arquiteta e Urbanista formada pela Universidade Católica de Pelotas – UCPel, com 7 anos de experiência em Projetos de Interiores, Arquitetônicos e Paisagismo. Hoje, também atua com trabalhos de consultorias e mentoria em arquitetura, laudos técnicos e acompanhamentos de obra. Além disso, é empreendedora e cofundadora do projeto Elo Colaborativo, colunista da Revista Toda Casa e tem forte atuação nas redes sociais com criação de conteúdos para arquitetura.
Formada pela UCPEL em Arquitetura e Urbanismo no ano de 2008 e com especialização em Eng. de Segurança, a arquiteta Lilian Sampaio atua no mercado de Arquitetura Residencial e Comercial com ênfase em Projetos de Interiores, tendo como conceito para seu processo criativo a “Arquitetura Sinestésica”, que busca estimular o inconsciente e o despertar de sensações.
Graduada pela UCPEL, no ano de 2013, iniciou carreira profissional trabalhando com outros Arquitetos, com eles adquiriu muita experiência e aprendizado, estagiou desde cedo, porque acreditava que era através do dia a dia que aprenderia a verdadeira Arquitetura. Em um dos escritórios, o que passou a maior parte da vida acadêmica, foi estagiária e logo após formada foi contratada, dois anos depois foi convidada a ser sócia. No ano de 2017 iniciou sua jornada, colocando sua marca nos Projetos, estando a frente do seu escritório, o EADK (Estúdio de Arquitetura e Design), e assim, vem ganhando cada vez mais espaço. No momento desenvolve projetos de Arquitetura Residencial, Projetos e Design de interiores (residencial e comercial) e reformas, atua na cidade de Pelotas e Santa Vitória do Palmar (cidade Natal).

Joana Rocha é arquiteta e design de interiores. Formada pela Universidade Católica de Pelotas e pós -graduanda pelo Ipog de Porto Alegre. Ama trabalhar com criação e transformação de espaços. No ponto de vista de Joana a arquitetura é capaz de transformar a vida das pessoas, pois ela está presente no cotidiano de todos.  Além disso, acredita que a arquitetura, o  design e a arte, andam de  mãos dadas e são inseparáveis.

Um espaço bem pensado de acordo com o estilo de vida, personalidade dos usuários faz toda a diferença.

Atua em arquitetura de interiores, projeto arquitetônico, paisagismo e regularizações, também trabalha com arquitetura modular.

Há 17 anos formada na UFPEL, começou fazendo um pouco de tudo em um escritório em Poa no ano de 2003, depois trabalhou com Stands e também atuou no mercado de móveis planejados, desde 2013 em Pelotas atua fortemente com projetos comerciais, reforma de interiores e alguns projetos arquitetônicos.

Formou-se na Universidade Católica de Pelotas em 2010. Trabalha nas áreas de arquitetura e execução para arquitetônicos, interiores, paisagismos, decorações, consultorias e regularizações, tanto na área residencial, como na área comercial e institucional. O atendimento diferenciado, personalizado, proporciona a interatividade entre a arquiteta e o cliente, fazendo projetos adequados à necessidade de cada um.

Atua há 15 anos com projeto e execução de ambientes comerciais, residenciais, interiores e paisagismo. Sua formação em Arquitetura e Urbanismo, pela UFPEL, foi complementada por uma especialização em construção civil, pelo NORIE / UFRGS, e posteriormente pelo mestrado em Arquitetura e Urbanismo na área da Percepção Ambiental com foco em habitação e envelhecimento. No seu trabalho desenvolve soluções para as diferentes fases da vida: nascimento, infância, adolescência, fase adulta e envelhecimento. Seu propósito é traduzir os desejos dos clientes em ambientes que valorizem a estética e funcionalidade, mas acima de tudo, que tragam bem estar e representem a personalidade de quem irá usar o lugar.

Andréa Buss Tessaro, paranaense, mora há 15 anos em Pelotas, formada pela Ucpel em fevereiro de 2016 em Arquitetura e Urbanismo, atuando desde então em escritório próprio. Hoje seu escritório é localizado no Parque Una, no container 29. 

Atua em arquitetura de interiores, projeto arquitetônico, paisagismo e regularizações, também trabalha com arquitetura modular.

Arquiteta Tamara Janovik Trabalha nas áreas de arquitetura e execução para projetos arquitetônicos, interiores, paisagismos, consultorias e regularizações. Sua meta é desenvolver projetos exclusivos para cada cliente, proporcionando beleza, conforto e praticidade.